Tizen é um sistema open source para dispositivos moveis.


O projeto Tizen anunciou que estádisponibilizando o código-fonte e uma versão 1.0 de seu SDK, batizado de Larkspur. O projeto Tizen surgiu como um substituto do projeto Meego na Linux Foundation, após a Nokia ter retirado sua participação dos esforços de desenvolvimento. O Tizen é agora um projeto conjunto que envolve principalmente a Intel e a Samsung que estão criando um sistema operacional para telefones móveis, baseado em aplicativos web e com suporte para aplicativos nativos. O projeto contrasta principalmente com o B2G da Mozilla, que está implementando todos os recursos de um smartphone em uma interface de navegador web. O código-fonte do Tizen 1.0 é descrito como "uma base sólida para fabricantes de aparelhos e desenvolvedores" e deve fornecer toda a tecnologia necessária para criar smartphones e tablets baseados no Tizen.
O código-fonte para a versão Larkspur do Tizen recebeu uma série de novos recursos. As capacidades web agora possuem suporte total à especificação W3C/HTML5 com recursos "chave" do WebRTC incorporados e APIs para acessar a câmera local e motores de vibração. O componente de mapeamento de locais agora suportam pontos de interesse, consultas estruturadas e desestruturadas para localidades, suporte à busca de rotas com múltiplos modos de transporte e personalização de caminhos. O suporte Wi-Fi Direct também foi acrescentado para melhorar o alcance das opções de conectividade para dispositivos Tizen.
As bibliotecas gráficas do Tizen são baseadas no X11 com um gerenciador de janelas compostas baseadas na Enlightenment Foundation Libraries (EFL), suporte para o OpenGL ES 1.1 e 2.0, gráficos 2D baseados no Cairo e complementados com um framework multimídia baseado no GStreamer. A API Web reside no topo de tudo e acresce APIs para acessar aplicativos Tizen, sistemas de arquivos, NFC e outros serviços. Uma lista completa de recursos é oferecida nas notas de lançamento do código-fonte.
O ambiente integrado de desenvolvimento (IDE) incluso no SDK oferece uma nova ferramenta baseada no navegador que oferece suporte para os APIs Tizen dentro de um navegador; isso permite que desenvolvedores depurem "aplicativos web" Tizen e como esses aplicativos são executados com vários perfis de dispositivos. A versão alpha do simulador baseado em navegador deve reduzir a necessidade de trabalhar com um emulador para diversos aplicativos.
Emulador do SDK em ação

O IDE, que já oferecia um assistente de criação de aplicativos web, um editor HTML WYSIWYG, revisores de sintaxe e otimizadores JavaScript e CSS, navegador WebKit e um console, além de modelos e exemplos, agora possui um registro de console JavaScript, suporte para depuração de múltiplos widgets e modelos definidos pelo usuário. O emulador do SDK foi atualizado para usar a versão 1.0 do QEMU baseado em x86 e agora oferece suporte à tecnologia VT de aceleração por hardware com o Intel HAXM e Windows.
O desempenho do emulador, que é sempre importante para desenvolvedores, é descrito como "significativamente melhor" com o uso do Hardware Acceleration Manager da Intel no Windows e aceleração OpenGL no Linux. O emulador também suporta agora o compartilhamento de diretórios entre as máquinas hospedeira e visitante, suporta entrada de áudio e possui um novo design do gerenciador de emulação. Detalhes completos do SDK estão disponíveis em suas notas de lançamento. Atualmente o SDK é suportado apenas nos sistemas Windows XP e 7 ou Ubuntu 10.04, 10.10, 11.04 e 11.10, e apenas em instalações de 32 bits.
O SDK está disponível para download no site developer.tizen.org. O código-fonte pode ser encontrado em repositórios nosource.tizen.org. Um sistema de acompanhamento de problemas e wiki acabaram de ser abertos para a participação da comunidade.

Fonte: h-online